agricultura-de-baixo-carbono-ganha-novos-desafios-ate-2030
Agricultura de baixo carbono ganha novos desafios até 2030 - Zanini Renk
Agricultura de baixo carbono ganha novos desafios até 2030

Agricultura de baixo carbono ganha novos desafios até 2030

O que é agricultura de baixo carbono

A Agricultura de Baixo Carbono representa uma abordagem sustentável na produção agrícola, focada em reduzir a emissão de gases nocivos ao meio ambiente. Esta política busca minimizar os impactos do efeito estufa, causado pelo acúmulo de Gases do Efeito Estufa (GEE) como Dióxido de Carbono (CO2), Metano (CH4), Óxido Nitroso (N2O), entre outros. Estes gases refletem a radiação solar de volta à Terra, aumentando a temperatura global.

O desafio de promover o desenvolvimento sustentável na agropecuária ganha cada vez mais relevância, enfatizando a importância de práticas que respeitem o equilíbrio ambiental.

Plano ABC+

Atualização do Plano ABC, o Plano ABC+ é o Plano Setorial de Adaptação e Baixa Emissão de Carbono na Agropecuária, lançado em 2021 pelo MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). A sigla ABC se refere à “Agricultura de Baixo Carbono”. Este plano visa direcionar as ações de sustentabilidade do setor agropecuário até 2030, sendo uma política pública referência para o setor.

É importante ressaltar que o setor agropecuário brasileiro é responsável por cerca de um quarto das emissões nacionais de GEE, com a pecuária contribuindo para mais da metade desse total e a agricultura para o restante. O Plano ABC+ inclui ações como a Abordagem Integrada da Paisagem (AIP), que promove o uso eficiente das terras, respeitando as características de cada bioma brasileiro.

As iniciativas do Plano ABC+ envolvem também a melhoria da eficiência produtiva e rentabilidade em áreas impactadas pelas mudanças climáticas, adotando práticas conservacionistas, sistemas integrados, melhoramento genético, diversificação biológica dos cultivos, além de gestão integrada de riscos e análise do desempenho socioeconômico e ambiental.

A ministra do MAPA Tereza Cristina, conforme acompanhamento do Plano ABC, destacou que para cada real investido pelo governo no programa, os produtores contribuíram com sete reais de recursos próprios, evidenciando a importância da parceria entre o setor público e privado. A ministra afirma que é muito importante que essa contribuição conjunta seja reconhecida pelos parceiros internacionais, com o fim do protecionismo do comércio agrícola e a implementação de medidas que recompensem os produtores pelos serviços ambientais prestados.

Desafios para 2030

O Brasil se comprometeu a reduzir em 27% a emissão dos GEE até 2025 e em 43% até 2030, conforme a Política Nacional de Mudança do Clima. O setor agropecuário desempenha um papel crucial no cumprimento destas metas, com foco na Agricultura de Baixo Carbono.

O Plano ABC+ tem oito metas principais a serem atingidas até 2030:

  • Ampliar em 1,43 milhões de hectares as áreas com adoção de Práticas para Recuperação de Pastagens Degradadas (PRPD);
  • Ampliar em 600 mil hectares a área com adoção de Sistema de Plantio Direto;
  • Ampliar em 1,005 milhão de hectares a área com adoção de Sistemas de Integração, sendo 1 milhão de hectares referentes a Sistema de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta e 5 mil hectares referentes a Sistemas Agroflorestais (10% da meta nacional, com maior percentual);
  • Ampliar em 322 mil de hectares a área com adoção de florestas plantadas;
  • Ampliar em 1 milhão de hectares a área com adoção de bioinsumos;
  • Ampliar em 216 mil hectares a área com adoção de Sistemas Irrigados;
  • Ampliar em 11,8 milhões de metros cúbicos a adoção de manejo de resíduos da produção animal;
  • Ampliar em 200 mil os bovinos em terminação intensiva.

A expectativa é expandir em 4,6 milhões de hectares as áreas que seguem os princípios da Agricultura de Baixo Carbono, reduzindo a emissão de CO2 equivalente em cerca de 75 milhões.

Fontes:

BRASILAGRO. Agricultura de baixo carbono ganha novos desafios até 2030. 2021. 

MAPA. Plano Setorial para Adaptação à Mudança do Clima e Baixa Emissão de Carbono na Agropecuária com Vistas ao Desenvolvimento Sustentável (2020-2030). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 2021.

Mais
Conteúdos